ISDE 2021: Portugal sobe no Troféu Mundial

O segundo dia dos ISDE ficou marcado pela subida á sexta posição da equipa Sénior.

162

Após iniciar a edição 95ª dos International Six Days Enduro na sétima posição a equipa sénior conseguiu hoje ganhar uma posição no final do segundo dia da prova a realizar no norte de Itália.

Replicando os mesmos 195 quilómetros de percurso e as seis especiais utilizadas no dia de abertura a prova levou a caravana a enfrentar de novo as mesmas dificuldades e em dia complicado as dificuldades maiores foram enfrentadas por Bruna Antunes. A piloto da Gas Gas sofreu uma queda a meio do dia e teve que superar as dores e a lesão no braço direito para chegar de novo ao parque-fechado sem prejudicar a equipa feminina que continua a ser a quarta classificada na categoria.

No pelotão dos Séniores a equipa reagiu bem ao azarado abandono de Gonçalo Reis no dia de arranque da competição e com os seus três pilotos entre os melhores 30 da geral – Diogo Ventura foi o português melhor colocado na geral ao fechar o dia na 25ª posição na frente de Rui Gonçalves e Luis Oliveira que terminaram logo atrás. Globalmente os portugueses conseguiram mesmo ganhar uma posição na geral ocupando agora o sexto posto a pouco mais de um minuto do quinto lugar da classificação geral. Por classes Diogo Ventura foi o 13º na E1, logo seguido por Luis Oliveira. Rui Gonçalves foi o 16º na E2.

Já nos Juniores dia de dificuldades para Rodrigo Luz que mesmo ultrapassando os obstáculos que encontrou terminou na 58ª posição, com a equipa a descer ao 11º posto. O foco imediato para os mais jovens é agora o ‘top-ten’ após um dia onde Renato Silva foi 27º em E2 e Gonçalo Sobrosa o 31º na sua classe (E1).

Amanhã o pelotão que ainda registe em prova volta a percorrer o mesmo percurso e especiais, num dia que será certamente um desafio para todos, em especial para Bruna Antunes que arranca com uma sutura de cinco pontos no seu braço direito.