Noite quente de ação a Sul!

387

O Campeonato Nacional de Flat Track prosseguiu com uma espetacular ronda noturna em Lavajo, São Bartolomeu de Messines.

A pacata localidade de Lavajo, São Bartolomeu de Messines, acolheu a 3ª etapa do Campeonato Nacional de Flat Track 2024. Esta é, no entanto, a quarta vez que o ‘circo’ do CNFT passa por esta pista tão peculiar. Famosa pelo seu piso em argila vermelha, este ano teve ainda a particularidade de ser realizada pela noite dentro. O Team Satanás, organizador do evento, esteve novamente à altura da ocasião e proporcionou grandes corridas aos pilotos e público presente, sempre na base do trabalho e entreajuda de uma equipa trabalhadora, multifacetada e dedicada.
Falando em corridas, as Mini Flat Track abriram as hostilidades com excelentes batalhas. Beneficiando da ausência de Luís Sousa, Alexandre Cabá acabou por ser a vedeta do dia, superiorizando-se a Henrique Pinheiro (Motogalos) e Carlos Castro, que acabaram sempre em 2º e 3º lugar, respetivamente. O piloto da casa José Alves alcançou sempre em 4º lugar na frente de Vasco Monteiro (Clube Motorizado do Troço) e Afonso Santos (AG81). No campeonato, Carlos Castro destrona Luís Sousa e passou para a dianteira com uma margem de 7 pontos.
A classe Hobby, reservada a pilotos sem licença desportiva, teve quatro participantes. Miguel Inácio e Domingos Cabrita correram com motos de 450 cc, tipo Dirt Bike, enquanto Albano Santos (AG81) e Tamára Dias (Team Moto Ventura) usaram Pit Bikes.

Tracker

Nas Tracker, o até agora invicto Maurício Santos tinha a difícil tarefa de defender a liderança do campeonato. E foi sem grande surpresa que o conseguiu, aumentando assim para 9 as vitórias consecutivas do piloto Motogalos. Já o seu colega de equipa, Avelino Ferreira, teve de se ver contra uma oposição mais bem preparada, a de Filipe Torre e Simão Vidinha! Na final, Maurício Santos venceu na frente de Filipe Torre (AG81) e Simão Vidinha. Fora do pódio ficou Avelino Ferreira, seguido de Rodrigo Falcão, cada vez mais entrosado com a sua Mutt.

Power Bikes, Fábio Felícia e José Lima

Não sendo sempre as mais populares, as Power Bikes tinham nesta ronda uma atenção redobrada pois o anfitrião Fábio Felícia disputa a liderança desta categoria. Após duas rondas, as vitórias estavam divididas entre João Sá (Motogalos) e José Lima (AG81). Nesta ronda algarvia, a jogar em casa, Fábio Felícia impôs um ritmo fortíssimo desde a MQ1 (Manga de Qualificação 1), ganhando essa manga, na frente de Fábio e Renato Neves. Na MQ2, José Lima acabaria por ser o mais veloz, seguido de perto por Fábio Felícia e João Sá. Na grande final esperava-nos a corrida da noite! A batalha sem quartel começou na 1ª volta e só terminou na 10ª com uma vitória suada de Fábio Felícia, muito pressionado por José Lima e sob o olhar atento de João Sá, que encerrava este trio diabólico. O Campeonato está muito equilibrado nesta classe, com João Sá na liderança com 118 pontos, resultando em apenas 6 pontos de vantagem sobre José Lima e Fábio Felícia, empatados com 112 pontos. Renato Neves está perto com 103 pontos, deixando tudo em aberto para as próximas rondas.

Nas Promo Bikes tivemos mais um membro do Team Satanás a defender as cores do Algarve, o José Alves na sua KTM 250. Fernando Martins da AG81 mostrou-se muito rápido desde os treinos crono e contava ainda com a companhia do jovem Rodrigo Falcão. Na MQ1, foi mesmo o jovem Rodrigo a aproveitar da melhor forma um deslize do Fernando Martins, defendendo a vantagem com unhas e dentes frente a um José Alves que tudo fez para o passar, sem sucesso. Na MQ2, Fernando Martins livrou-se dos seus adversários e liderou de fio a pavio, acabando na frente de José Alves e Rodrigo Falcão, por esta ordem. Na Final, Fernando Martins cometeu o mesmo erro que na MQ1, deixando o motor da sua WR-F 250 calar-se na curva 1, tendo perdido imenso tempo a retomar a corrida, já com duas voltas de atraso. Ainda conseguiu se desdobrar de uma volta mas não teve tempo de recuperar para Rodrigo Falcão e José Alves que acabaram nos 1º e 2º lugares. É a primeira vitória de Rodrigo Falcão nesta classe numa Final, sendo que temos assim estes três pilotos com uma vitória em cada final das três rondas já disputadas. Ainda assim, Fernando Martins lidera ‘a meias’ com José Alves, com 129 pontos cada um. Mais renhido é impossível!

Miguel Fernandes, Dirt Bikes

Nas Dirt Bikes, Sérgio Rego falhou novamente e tivemos por isso dois candidatos fortes à vitória, Miguel Fernandes (AG81) e Carlos Sá. No entanto, neste fim de semana, tivemos direito a muita emoção e surpresas! Na MQ1, o ‘Motogalo’ Reinaldo Ribeiro fez-se valer da sua rápida adaptação ao piso do Lavajo e venceu na frente de Miguel Fernandes e Carlos Sá. Na MQ2, foi a vez de Carlos Sá impor a sua condução exímia, trazendo consigo o outro piloto Yamaha, Ricardo Rodrigues, tendo este segurado a 2ª posição, relegando Miguel Fernandes para o terceiro posto. Na Final, o público estava ao rubro com o que se adivinhava ser uma corrida épica e os pilotos não desiludiram! Carlos Sá arranca bem e lidera na primeira metade da prova. No entanto, após exercer uma pressão constante, Miguel Fernandes conseguiu passar na entrada para a reta da meta e comandou a corrida até à bandeira de xadrez. Carlos Sá levou assim o 2º lugar na frente de Reinaldo Ribeiro, que fez o seu primeiro pódio em Dirt Bike! Ricardo Rodrigues teve de se conformar com o 4º lugar, com José Alves a fechar o lote em 5º lugar. O campeonato também está muito renhido, com Miguel Fernandes na frente com 138 pontos, seguido de Carlos Sá com 118 pontos e Reinaldo Ribeiro com 96 pontos.

Miguel Fernandes segue assim para a próxima ronda do Campeonato Nacional de Flat Track numa situação confortável de liderança, com a benesse de jogar em casa na ‘AG81 Flat Track Park’, na Póvoa de Varzim, a 21 de julho. A prova será no estilo TT, com a espetacularidade habitual que esta configuração oferece!

Texto: Comissão Flat Track FMP / Eduardo Cabreira
Fotos: Nuno Urbano

 

Artigo anteriorEnduro fecha época em Souselas
Próximo artigoSeleção a caminho do Mundial Júnior