Gala dos Campeões encerrou 2018

Após um ano recordista em termos de provas e atletas federados os campeões nacionais receberam os seus troféus.

170

Numa noite de consagração os campeões nacionais 2018 estiveram na noite do passado Sábado no Salão Preto e Prata do Casino Estoril para receberam os troféus que atestam as conquistas atingidas na passada temporada.

Um a um foram homenageados os vencedores dos 39 títulos nacionais em discussão nas 9 distintas disciplinas, desde o Enduro á Velocidade, o mesmo se passando com as marcas vencedoras ao longo do ano 2018, ano em que se realizaram um total de 147 provas e foram emitidas 1.287 licenças desportivas sendo o ano em que mais provas se realizaram e mais pilotos se federaram na Federação de Motociclismo de Portugal.

A noite foi igualmente marcada pela justa homenagem aos atletas que se destacaram nas suas participações internacionais: tanto individualmente como ao nível das selecções, que receberam as respectivas distinções e medalhas das mãos da responsável dos Jogos Santa Casa, principal patrocinador das nossas quatro selecções nacionais (Enduro, Motocross, Trial e Supermoto). Foi igualmente das mãos da Dra. Maria da Cunha que António Lima recebeu em representação do Motor Clube do Estoril o prémio promovido pelos Jogos Santa Casa para o clube que mais dinamizou o motociclismo em 2018 pela organização de provas desportivas.

Justamente homenageados foram igualmente os pilotos que participaram em provas de campeonatos do mundo: Tomás Alonso, Diogo Vieira, Paulo Gonçalves e Miguel Oliveira, bem como as individualidades e entidades que foram distinguidas pela Direcção da Federação de Motociclismo de Portugal pelos seus actos em prol do motociclismo, no caso Anne da Câmara, a Administradora do Circuito do Estoril que recebeu tal como os Jogos Santa Casa o Diploma de Mérito da Federação de Motociclismo de Portugal, seguindo-se depois a entrega do Colar de Mérito a Jorge Viegas que foi igualmente condecorado pela Républica Portuguesa com a Medalha de Honra ao Mérito Desportivo.

Pelo palco do Salão Preto e Prata passaram igualmente alguns dos atletas que engrandeceram o motociclismo português, como Rui Gonçalves, Hélder Rodrigues ou Paulo Gonçalves, pilotos com um vasto palmarés mundial nas suas disciplinas e que são exemplos para os mais jovens, alguns deles a receberam mesmo os seus troféus das mãos dos seus ídolos.

Com esta Gala dos Campeões foi em definitivo colocado um ponto final na temporada 2018, a melhor de sempre no motociclismo português que continua a crescer a nível interno e também ao nível da sua presença e representatividade além-fronteiras.