Fomos conhecer a Guimarães dos Conquistadores

Conquistadores receberam da melhor forma aqueles que se deslocaram a Guimarães.

92

O Moto Clube Conquistadores de Guimarães está neste momento para os moto-ralis turísticos como Paris para a moda e como o MC Faro para as concentrações: dita as tendências e pode dar-se ao luxo de inventar. E sabem qual foi o tema deste ano? Eles próprios! Sim, passamos um fim de semana por quelhos e vielas para passar à porta da casa de cada organizador e seus respectivos empregos!

E resultou? Sim, porque foi uma borga pegada de dois dias, reforçada com comida de meia em meia hora e que chegava para alimentar um regimento. A comitiva era imensa: 152 participantes, em 105 motos, oriundos de duas dezenas de clubes do Minho ao Algarve, o que já é costume nestes fantásticos moto-ralis turísticos de Guimarães.

O que não é habitual é este tipo de percurso, muito menos de tema. Em 19 edições acostumaram-nos a rotas belíssimas e outonais pelas serras nortenhas, entre ouriços de castanheiros e aldeias graníticas. E este ano foi um fartote de cangostas, bairros e avenidas do concelho vimaranense, que deixou a caravana quase tonta, principalmente no sábado à tarde da 6ª e última jornada do Troféu BMW/Dunlop 2021 desta tão turística modalidade.

Ou seja, pouco se viu e conheceu em relação à história e monumentalidade da Cidade-Berço e seu concelho.

Mas ficamos a saber onde os muito divertidos e amigos organizadores do evento moram e  a papelaria, quiosque, ourivesaria, cabeleireiro, fábrica, centro social, oficina, hospital e gráfica onde trabalham…

Estes Conquistadores são uma moca e partem-nos todos! No jantar de sábado alguns condutores tinham o pulso esquerdo em gelo de tanto apertar a embraiagem. Um sábado que até começou em Fafe, com excelente recepção pelo clube local, os Asfalto Friends, e óptima encenação da Justiça de Fafe. Depois, foi aquilo que já narramos num percurso menos fotogénico que o normal, apesar dos fantásticos dias de sol vividos. Obrigado ao Paulo Ministro que nos salvou com as suas fotos.

Este clube tem muitas cabeças a pensar. Pintam a manta, inventam surpresas originais, põe-nos a rolar de dorsal como num Lés-a-Lés, produzem grandes fotos como a investidura de cavaleiro diante do Castelo ou põe uma sala de jantar a friccionar raspadinhas.

O domingo já foi bem mais cultural com visitas à Basílica de S. Torcato onde está recolhido e exposto o corpo do mártir – muitíssimo anterior à fundação da nacionalidade – e alguns marcos históricos da carismática cidade de Guimarães.

No total, 159 km de ruelas pelos vales do Ave e do Selho, entre pitorescos recantos rurais e muita zona fabril. Terminamos satisfeitos pela amizade reforçada e com mais uns quilos para derreter nas próximas semanas. No Minho é assim!

Honrado pela presença de autarcas vimaranenses, o pódio final do passeio foi o mesmo do Troféu, mas invertido.

João Krull, do MC Albufeira, foi o mais certinho, seguido do Vítor Olivença, do mesmo clube e do Pedro Morais e Milai, dos Motards do Ocidente.

Ao fim das 6 passeatas que compuseram este Troféu 2021 (Ocidente, Góis/Covilhã, Mákinas, Barcelos, Coimbra e Guimarães), o Olivença venceu – pela terceira vez – com 75 pontos, seguido do Krull com 73 e da Milai e Pedro com 70, num despique saudável até ao fim.

Ao longo do ano, bem mais de 200 equipas descobriram o país nestes tão minuciosos passeios. Algumas até estiveram nos seis eventos tendo de se apurar o mais participativo pelo nº de km efectuados entre as respectivas residências e partidas do moto-ralis. João Krull levou mais uma taça, vencida ao sprint sobre os folgazões Paulo Anjos e Bruno Ribeiro do Vespa Clube de Lisboa. Clube que no entanto ganharia o troféu de clube mais participativo. O maior de todos!

Parabéns a todos e agora a FMP e clubes vão preparar o 25º Troféu! Já andamos nisto há um quarto de século…

Muito obrigado aos patrocinadores Dunlop e BMW Motorrad. Muito obrigado aos seis clubes organizadores, autarcas e empresas apoiantes. E muito obrigado a todos os mototuristas que nos brindaram com a sua alegre presença!

Álbum do evento, de quatro fotógrafos, uns profissionais e outros nem por isso:

https://we.tl/t-SGfmyPMPLN