Nacional de TT no ‘Paraíso do Todo-o-Terreno’

776

O Campeonato Nacional de TT prossegue amanhã com o 31º Raide ‘Paraíso do Todo-o-Terreno’ em Góis, Pampilhosa da Serra e Arganil.

Depois do Alentejo cabe à Beira litoral, tendo a vila de Góis como centro nevrálgico, receber a segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, que se realiza esta sexta-feira e sábado, 29 e 30 de março, com organização do Góis Moto Clube.
São 85 os inscritos, repartidos pelas disciplinas Moto (36), Quad (15) e SSV (34) que terão pela frente um percurso que vai utilizar as pistas serranas dos concelhos de Góis, Pampilhosa da Serra e Arganil. Martim Ventura em Husqvarna nas motos, Rodrigo Alves em Yamaha nos Quad e Pedro Santinho Mendes, navegado por Duarte Santos, em Can-Am nos SSV, vencedores da prova de abertura, lideram as respetivas disciplinas no CNTT.

Nas duas rodas Martim Ventura, que se apresenta aos comandos de uma Husqvarna com a qual venceu em Beja, terá como principais adversários António Maio, piloto Yamaha e oito vezes Campeão Nacional e Bruno Santos (Husqvarna), dois pilotos que também subiram ao pódio na prova de abertura. A eles junta-se, no leque de favoritos, Diogo Ventura (Beta), piloto local e anterior vencedor da jornada de Góis. Outros pilotos a salientar são Micael Simão (GasGas), Gustavo Gaudêncio, Fábio Magalhães, João Duarte, Tomás Dias, Gonçalo e Salvador Amaral, todos em Honda, os irmãos Bernardo e David Megre (Kawasaki) e Bruno Borrego (Sherco).

Nos Quad, onde o jovem Rodrigo Alves em Yamaha se impôs na prova de abertura, o quarteto candidato à vitória incluí ainda João Vale, em Can-Am, o campeão Luís Fernandes e os também jovens Tomás Paulo e Rafael Carvalho, todos em Yamaha. Nos SSV a lista dos principais candidatos à vitória começa em Pedro Santinho Mendes, vencedor da prova de abertura, a quem se juntam Luís Cidade e Nelson Caxias, todos em Can-Am e Tiago Guerreiro, em Polaris. Mário Franco, em Yamaha, também um fortíssimo candidato aos primeiros lugares, encabeça a lista de concorrentes à Taça Yamaha YXZ1000R que está de regresso às competições do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno nesta ronda.

Amanhã, sexta-feira, o primeiro dia de prova arranca com um prólogo com 2,5 km a partir das 8h00, seguido de um sector seletivo (SS1) com cerca de 250 km cronometrados, com o primeiro concorrente à sair às 9h30.  A prova termina no sábado com a realização dos 75 km cronometrados do SS2, com partida para o primeiro piloto às 8h30.

Mais informações sobre o 31º Raid ‘Paraíso do Todo-o-Terreno’ na App Sportity com o código CNTT.

 

Artigo anterior26º Portugal de Lés-a-Lés: estão abertas as inscrições online!
Próximo artigoVale do Baixo Guadiana abriu época de moto-ralis