Portugal fecha Trial das Nações em 14º

Os três pilotos lusos presentes em França fecharam a competição na 14ª posição

846
De regresso a solo francês a edição 2023 do Trial das Nações levou os melhores pilotos das mais diversas nações até à localidade de Auron nos Alpes Maritimos franceses, e mais uma vez as cores lusas marcaram presença com Portugal a ser defendido pela equipa masculina composta por Diogo Vieira, Paulo Gonçalves e Filipe Paiva.
Local de excelência para os desportos de Inverno, de beleza rara, Auron apresentou às 18 selecções presentes na categoria Internacional, zonas de elevada dificuldade e notoriamente diferentes das zonas que os nossos pilotos treinam e competem.
15 zonas a serem percorridas por duas vezes que levaram a equipa japonesa à vitória na classe, tendo a selecção portuguesa alcançado a 14ª posição, que atendendo às dificuldades das zonas e pelo facto de ser trial Non-Stop (que em Portugal não se pratica) mostrou todo o empenho e valentia do trio luso que mais uma vez ultrapassou todas as dificuldades e igualou mesmo a prestação de 2016 quando terminaram igualmente na 14ª posição entre as 18 equipas presentes.
As classificações da classe Internacional ficaram assim ordenadas
1º Japão
2º Alemanha
3º República Checa
14º Portugal
18º Grécia
A classe feminina na qual não participou a selecção portuguesa, viu a Inglaterra vencer seguida pela Espanha e a Noruega a fechar o pódio
Na classe maior e sem surpresa Espanha voltou a ganhar, a França terminou em segundo lugar e Itália em terceiro.
Pobladura de las Regueras, Espanha será a anfitriã do TdN de 2024, competição onde mais uma vez a selecção irá marcar presença.
Artigo anteriorSeleção portuguesa para o Motocross das Nações apresentada
Próximo artigoCNTT regressa em Reguengos de Monsaraz