‘Apagão’ condiciona corrida de Miguel Oliveira

Um inesperado problema técnico estragou a corrida de Miguel Oliveira em Losail.

164

No final de uma corrida difícil e com ainda mais obstáculos que os habituais, Miguel Oliveira somou mais um ponto para o mundial MotoGP. Um problema com o painel de instrumentos da sua KTM acabou por ser o principal adversário no dia em que se registou a mais curta diferença de sempre entre os quinze primeiros após uma corrida na classe maior do campeonato.

Após ter feito um fantástico arranque que o levou desde a 12ª posição na grelha até ao terceiro posto na entrada para a primeira curva, um ‘apagão’ no painel de instrumentos ainda na volta de abertura deixou o atleta da Salsa sem qualquer suporte técnico em pista. Perante um contratempo pouco comum as dificuldades cresceram volta após volta e no final das 22 passagens sobre a linha de meta a 15ª posição valeu um ponto para o campeonato, mas deixou um sabor ‘agridoce’ no piloto de Almada.

‘Foi uma corrida que definitivamente não é típica do meu estilo, geralmente faço sempre as minhas corridas ou na frente ou de trás para a frente, mas hoje a ajuda técnica não esteve do nosso lado pois tivemos um problema com o painel de instrumentos logo após o arranque e perdi informações muito importantes para poder extrair o máximo da moto como o momento de trocar mudanças, mudar os mapas de potência, controle de tracção, a temperatura dos pneus ou tempo por volta. Teve que ser uma corrida feita por sensações e revelou-se muito difícil. Tirando esse problema senti também alguma limitação com o nosso ‘setup’, não conseguiamos contra atacar ninguém, a moto esteve sempre muito ‘lenta’ nas mudanças de direcção e obviamente que depois destas duas semanas aqui no Qatar temos muita vontade de colocar estes resultados atrás das costas e colocar o nosso foco nas rondas europeias a começar já no grande prémio de casa que é Portimão.’

Miguel Oliveira regressa á Europa com quatro pontos somados no campeonato depois de dois exigentes fins-de-semana onde a equipa técnica da KTM enfrentou e ultrapassou todas as dificuldades. A próxima prova será realizada no dia 18 de Abril no Autódromo Internacional do Algarve, traçado onde o embaixador da Hyundai venceu em 2020 e no qual procurará inverter o resultado final desta dupla passagem por Losail.