MX das Nações: Portugal fica a 1 ponto da final

96

MXoN_maggiora_NL716_team_PT_sun

Apesar de todo o esforço empreendido pelos três pilotos que estão no Motocross das Nações em Maggiora, Itália, a sorte nada quis com a equipa lusa e nas derradeiras duas voltas da Final B realizada esta manhã a qualificação que estava mais do que certa acabou por ser impossível de alcançar por apenas 1 ponto.

Rui Gonçalves e Paulo Alberto juntamente com Hugo Basaúla estiveram simplesmente irrepreensíveis, com os dois primeiros a assumirem a segunda e terceira posições ao longo de grande parte da manga, o que garantia à equipa nacional a qualificação sem qualquer contestação. Hugo Basaúla estava igualmente entre os 15 melhores numa clara demonstração de que a qualificação directa no dia de ontem tinha escapado igualmente por manifesta falta de sorte.
E foi essa mesma falta de sorte que mais uma vez ‘assaltou’ a equipa portuguesa quando na entrada para as duas últimas voltas Rui Gonçalves vê a sua moto ‘calar-se’ deixando o recordista de participações na prova fora de corrida. Paulo Alberto ficava com o segundo posto nas suas mãos e a qualificação dependia agora do resultado de Hugo Basaúla que foi ganhando posições e fechou a manga na 11ª posição no final de uma prestação fantástica que no entanto foi insuficiente para bater a equipa irlandesa que colocou dois dos seus pilotos na frente de Basaúla e bateu Portugal por apenas 1 ponto.
Um final inglório e nada de acordo com aquilo que a equipa fez em pista pois mais uma vez o azar retirou Portugal da final do Motocross das Nações, tal como ontem incidentes de corrida colocaram a equipa na Final B.