MX Ribatejo: 125 estiveram em Ponte de Sôr

125 pilotos alinharam nas grelhas da terceira prova do MX Ribatejo.

474

Com 125 pilotos em pista divididos pelas seis categorias principais o Crossódromo da Ladeira em Ponte de Sôr recebeu a terceira prova pontuável para o Troféu Regional MX Ribatejo. A caminho do Algarve, onde estará no próximo dia 5 na catedral sulista da disciplina, a pista da Cortelha, foi mais uma vez com um excelente lote de corridas que o Troféu MX Ribatejo cumpriu uma das suas etapas.

No pelotão dos Infantis A e entre os seis pilotos presentes quem fechou o dia no degrau mais alto do pódio foi Inês Mandanços, a primeira depois de dividir as vitórias nas duas mangas com Rodrigo Mateus. Luis Mateus foi quem fechou o pódio na frente de Luis Marques e Guilherme Gomes. Já os Infantis B cumpriram aqui mais uma ronda elegível para o campeonato nacional da categoria, com vitória de Tomás Santos, o primeiro em ambas as corridas, seguido por Bernardo Santos e Rodrigo Barros, eles que dividiram o segundo e terceiro lugares nas mangas realizadas no traçado alentejano.

As 50cc trouxeram 14 pilotos até ao traçado e depois de realizadas ambas as mangas agendadas, o melhor na Open foi Luis Pereira. Venceu ambas as mangas e fechou as contas na frente de Pedro Jacob e Nelson Agostinho. Na divisão por classes Luis Pereira veneu as Livre e Paulo Duarte as Clássicas. Nas 85cc Igor Amorim foi o primeira a receber a bandeira de xadrêz em ambas as corridas e subiu ao degrau mais alto do pódio ao lado de Martim Espinho e Rúben Ribeiro. Já na competição feminina foi Alba Lopez a melhor, batendo Ândria Sousa e Mariana Pereira.

Sempre mais preenchido é o pelotão de MX2, contando desta feita com 35 pilotos em pista. A primeira corrida do dia foi ganha por Fábio Guerreiro, mas na corrida de encerramento a resposta de Abel Carreiro valeu ao piloto do Açores a vitória e a ascensão ao primeiro posto final por troca com Guerreiro, ficando José Montero no degrau mais baixo do pódio. Nas MX1 foram 25 os pilotos presentes e na classe maior o vencedor em ambas as corridas foi André Santos, que assim somou a vitória final, deixando Edgar Almeida e Pedro Grosso atrás de si. João Reguinga foi o melhor na Junior 125 e Abel Carreiro na Junior 250.

A próxima ronda deste MX Ribatejo 2019 leva o pilotos até ao traçado da Cortelha no Algarve, sendo a quarta das sete provas da temporada.