Nacional de Trial encerrou em Amarante

O campeonato nacional de trial realizou a sua última prova em Amarante

232

Realizou-se nos magníficos terrenos da Quinta da Pousadela em Amarante, a derradeira prova do Campeonato Nacional de Trial e respetivos Troféus 2022

Nas 8 zonas desenhadas quer nos grandes calhaus quer nos acentuados declives de terra preta cuja tração nem sempre é sempre problemática, Diogo Vieira venceu folgado e conquistou assim o seu 8º Campeonato Nacional de Trial consecutivo! Paulo Ballas foi segundo e Filipe Paiva fechou o pódio no encerramento de mais uma temporada.

Em TR2 foi Rita Vieira quem superou Mariana Afonso e João Silva, seguidos por Leonor Moreira e Rogério Castro, que fruto de avaria na sua moto não foi do 5º posto.

TR3 foi a consagração de Vitor Caçador, seguido por Miguel Pereira e a com Miguel Garcia no 3º lugar

TR4 classe que habitualmente conta com apenas 2 pilotos, desta vez teve a visita do piloto de motocross Manuel Amado a quem uma avaria na sua moto condicionou a prova, ficando assim ordenada a classificação: Afonso Araujo ganha invicto, seguido de Franscisco Magalhães e por fim Manuel Amado.

Nos Iniciados, novamente vitória de Manuel Inês, seguido de Martim Ferreira e de Gonçalo Antunes

Nos infantis vitória folgada de Madalena Cruz sobre Miguel Santos e Simão Domingos.

Na classe Hobby Leandro Castro leva a melhor sobre o seu irmão Nuno Castro e a fechar o pódio Diogo Magalhães.

Assim terminou o Campeonato e respetivos Troféus Nacionais de Trial:

TR1 – 1º Diogo Vieira, 2º Paulo Ballas, 3º Filipe Paiva

TR2 – 1º Rogério Castro, 2º Mariana Afonso, 3º Rita Vieira

TR3 – 1º Vitor Caçador, 2º Miguel Pereira, 3º Martim Garcia

TR4 – Não pontuou por não ter o numero de pilotos mínimo regulamentar

Iniciados – 1º Manuel Inês, 2º Martim Ferreira, 3º Francisco Schreck

Infantis – 1º Madalena Cruz, 2º Miguel Santos, 3º Simão Domingos

No final da cerimónia de entrega de prémios do Campeonato e respetivos Trofeus, a Comissão de Trial ofereceu um lanche ajantarado nas magnificas instalações da Quinta da Pousadela, encerrando assim com chave de ouro uma época repleta de provas e de emoções.

Artigo anteriorJorge Viegas reeleito presidente da FIM
Próximo artigoNoite de campeões no Estoril