Voltou a Campanha Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés

Árvores, sorrisos crianças marcam o arranque de mais uma edição do LAL Off-Road.

148

Árvores e sorrisos. Crianças e banda desenhada. Escolas e um futuro mais verde. Razão de ser da 4º Campanha de Sensibilização de Reflorestação de Portugal de Lés-a-Lés, parte integrante da 7.ª edição da variante Off-Road do passeio mototurístico organizado pela Federação de Motociclismo de Portugal. De Mirandela a Vila Real de Santo António, com passagem em Tábua e Arronches, serão cerca de mil quilómetros de descoberta e aventura, em caminhos fora-de-estrada, e muitas centenas de árvores autóctones distribuídas pelos mais novos.

Para começar, Mirandela. Ponto de partida de duas aventuras. A dos motociclistas, que amanhã, dia 1 de outubro, chegam para cumprir as verificações técnicas e documentais, de motos e participantes entre as 14 e as 18 horas, e a da reflorestação. Ou melhor, da sensibilização para os cuidados a ter com a floresta. Tarefa pensada para os mais petizes e concretizada junto de 617 crianças do Ensino Básico do concelho. Que receberam, em clima de festa, 362 medronheiros, 150 pilriteiros, 102 pinheiros-mansos e três zelhas, além de uma aula sobre a importância da escolha das espécies de árvores próprias da região no momento da reflorestação.

Lições dadas pelos ‘professores’ Ernesto Brochado e Catarina Almeida, da Comissão de Mototurismo da FMP, nas escolas básicas de Pereira, Convento, Fomento, Luciano Cordeiro, Torre Dona Chama e no Colégio Nossa Sr.ª do Amparo. Aulas com animadas tertúlias e muitas perguntas, num ambiente de alegre descoberta, ampliada pela banda desenhada especificamente criada para a ocasião e entregue a cada aluno.

Árvores que cada um vai plantar no seu jardim, quintal ou terreno, juntando-se assim às 5285 árvores de 13 espécies autóctones, devidamente adaptadas às características dos 15 concelhos onde foram oferecidas nas três anteriores edições da Campanha Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés. Sempre acompanhadas pelo evento que, longe de ser uma corrida ou competição, é feito a pensar nas motos‘big-trail’. Serão três etapas, com 277 quilómetros de Mirandela a Tábua, mais 286 km daí a Arronches e, para finalizar, 393 km até V.R. St.º António, sempre com muita animação, aventura, solidariedade e paisagens de cortar a respiração.

Artigo anteriorPortugal alcança oitavo posto no Trial das Nações
Próximo artigoPortugal no pódio do Enduro Vintage