171 pilotos inscritos na 2ª Baja Oeste de Portugal

A Baja do Oeste é a quarta prova do CNTT 2022.

297

Com 65 pilotos inscritos na competição Moto, 34 nos Quad, 52 nos SSV e 20 na MiniBaja, arranca hoje a 2ª edição da Baja Oeste de Portugal, quarta etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que irá percorrer pistas dos concelhos de Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras, Alenquer, Bombarral, Óbidos e Azambuja numa organização da Escuderia Castelo Branco.

Nas motos, o campeão António Maio (Yamaha) que venceu as três corridas já disputadas é seguido por Gustavo Gaudêncio (Honda) e Daniel Jordão em Husqvarna. Micael Simão (GasGas) e Fábio Magalhães (Honda) respetivamente líderes da Classe TT3 e TT1 ocupam empatados a posição seguinte. Diogo Pais (Yamaha) na Promoção, Gonçalo Amaral (Honda) entre os Juniores e Paulo Santos (Honda) nos Veteranos são os líderes das restantes classes. Numa prova onde Martim Ventura (Yamaha) será um forte candidato a discutir a vitória, o campeão de Rally Raid Mário Patrão terá a seu cargo a primeira moto 100% elétrica a competir em Portugal num evento federado e de âmbito internacional.

Nos Quad, o campeonato é liderado por João Vale, vencedor em Góis e Ferraria, à frente de Rafael Carvalho, líder entre os juniores e que venceu em Beja com Fernando Cardoso, o líder da promoção, na 3ª posição. O vice-campeão nacional Luís Fernandes é um dos candidatos à vitória, luta pela qual se deverá também incluir o espanhol Teo Viñaras. Carlos Reguinga lidera entre os veteranos. Todos estes pilotos competem em Yamaha.

A competição SSV apresenta-se no Baja Oeste de Portugal com Gonçalo Guerreiro na liderança absoluta e entre os juniores e Sebastien Guyette em segundo e líder entre os veteranos.  João Monteiro tem os mesmos pontos que o belga e o líder, o piloto que venceu em Góis. Posições seguintes para dois pilotos que tal como o líder já ganharam este ano: Nelson Caxias e o campeão Roberto Borrego. Pedro Santinho Mendes, Herlander Araújo, Luís Cidade e o consagrado Hélder Rodrigues, todos em CanAm, são nomes a considerar na luta pela vitória de uma prova onde se regista o regresso de pilotos com um forte andamento como são os casos de Mário Franco, Pedro Ferreira e Wilson Galo. José Morgado lidera o campeonato Stock.

A Baja Oeste de Portugal, também pontuável para a Taça do Mundo de Bajas FIM e o Campeonato da Europa de Bajas FIM, regista ainda o regresso da Taça Yamaha YXZ 1000R e a 2ª etapa do Troféu Mini Baja. Os concorrentes terão pela frente 380 quilómetros cronometrados repartidos por um prólogo de 6 Km a disputar na tarde de dia 6, dois setores seletivos de 144 e 82 km no dia de sábado e um troço de 161 km no domingo a fechar a prova.

Classificação do CNTT após 3 provas

Moto: 1º António Maio (Yamaha), 81 pontos; 2º Gustavo Gaudêncio (Honda), 42; 3º Daniel Jordão (Husqvarna), 40; 4º Micael Simão (GasGas) e Fábio Magalhães (Honda), 37.

Quad: 1º João Vale (Yamaha), 70 pontos; 2º Rafael Carvalho (Yamaha), 53; 3º Fernando Cardoso (Yamaha), 42; 4º Luís Fernandes (Yamaha), 31.

SSV: 1º Gonçalo Guerreiro (Can-Am), 54 pontos; 2º Sebastien Guyette (Can-Am) e João Monteiro (Can-Am), 44; 4º Nelson Caxias (Can-Am), 43; 5º Roberto Borrego (Can-Am), 37; 6º Pedro Santinho Mendes (Can-Am), 35.

Equipas: 1º JB Racing, 107 pontos; 2º Sharish Gin/South Racing, 103; 3º Racestars Racing/TSMotorRacing, 75; 4º Team Bianchi Prata Honda, 71; 5º SGS Car Racing, 67; 6º Santag Racing Team/JPR Motors e Team Arnaldo Martins/Gallos-Group/Goldspeed, 54; 8º AlentejoOffRoad School, 44.