Hélder foi o melhor do dia, Gonçalves segura a liderança

76

HRDakar1

Pelo segundo dia consecutivo Paulo Gonçalves é o líder do Dakar 2016. Hoje os pilotos enfrentaram uma exigente especial que os levou até solo boliviano, ultrapassando mesmo a barreira dos 4500 metros de altitude quando ao quilómetro 214,55 do sector selectivo atingiram os 4580 metros de altitude na etapa que levou a caravana desde San Salvador de Jujuy até Uyuni na Bolivia.

O melhor do dia entre os lusos foi hoje Hélder Rodrigues, que parece começar a sentir-se mais confortável e sem os problemas de saúde que o afectaram no arranque da prova, concluindo a especial na oitava posição num dia em que Ruben Faria foi o 11º logo na frente de Paulo Gonçalves, eles que foram dos primeiros em pista esta manhã quando se iniciou aquela que foi a quinta etapa do Dakar.

Mário Patrão fez igualmente um dia bastante positivo e fechou a longa etapa no 28º lugar, com Bianchi Prata a terminar igualmente o dia num positivo 50º lugar.

Os pilotos portugueses continuam assim a mostrar que estão neste Dakar para mostrar toda a sua qualidade e rapidez, sendo que Paulo Gonçalves continua a ser o líder da geral na frente de Stefan Svitko que hoje recuperou algum tempo para o piloto de Esposende. Ruben Faria está na oitava posição, sendo Portugal o país melhor representado entre os dez melhores, com os mesmos dois pilotos que a França, mas com melhor prestação global por parte dos lusos. Hélder Rodrigues ocupa agora a 13ª posição, sendo Mário Patrão o 32º e Bianchi Prata o 52º da classificação geral com cinco etapas já realizadas.

Amanhã o Dakar 2016 cumpre a sua sexta etapa, com partida e chegada em Uyuni naquela que será a etapa mais a norte deste Dakar 2016 e também a mais longa, com muitos quilómetros em altitude e durante a qual a caravana passará pela localidade onde nasceu o presidente boliviano, Evo Morales. Poderá ser um dia de muitas decisões pois são mais de 500 quilómetros de especial em agenda.

Classificação geral (após cinco etapas)

1º Paulo Gonçalves – Honda com 14h30m07s; 2º Stefan Svitko – KTM a 1m45s; 3º Toby Price – KTM a 1m47s; 4º Joan Barreda – Honda a 2m27s; 5º Matthias Walkner – KTM a 2m57s; 6º Kevin Benavides – Honda a 6m46s; 7º Antoine Meo – KTM a 6m49s; 8º Ruben Faria – Husqvarna a 8m13s; 9º Pablo Quintanilla – Husqvarna a 8m30s; 10º Alain Duclos – Sherco a 13m39s…13º Hélder Rodrigues – Yamaha a 16m01s; 32º Mário Patrão – KTM a 45m12s; 52º Bianchi Prata – Honda a 2h04m42s.