Vitórias para Pedro Matos nas 85GP/Moto4 e Lourenço Vicente nas Moto5

Pedro Matos dominou no regresso ás pistas

338

Melhor regresso à acção depois das férias de Verão era impossível para Pedro Matos, que além das duas poles e duas vitórias, pulverizou a concorrência.

Numa galáxia à parte dos demais, Pedro Matos arrasou por completo a vencer mais uma corrida do Campeonato Nacional de Velocidade, o CNV Estoril 3, e garantir o quarto pleno da época. Autor da Pole Position para as duas corridas deste fim-de-semana competitivo do Motor Clube do Estoril, o piloto MIR Racing 150 assinou este domingo a segunda vitória da jornada.

Tal como no sábado, Matos disparou da Pole para se isolar de imediato na frente do pelotão e controlar a corrida com um ritmo sem igual. O andamento imposto foi de tal forma forte que o piloto terminou as 10 voltas com uma vantagem de 47,974 segundos, a margem mais dilatada de todo o fim-de-semana e que representa um ganho médio de 4,797 segundos por volta ou, para os que gostam de estatísticas mais pormenorizadas, praticamente 1,2 segundos por cada um dos quatro sectores em que se dividem os 4,184 km do Circuito Estoril.

Bem mais disputada foi, desta feita, a luta pelo intermédio do pódio, um particular disputado a seis mãos. Marco Diaz, Lourenço Vicente e Alexandre Caba foram os protagonistas deste intenso duelo que se estendeu ao longo de toda a corrida.

A vantagem inicial coube a Diaz, mas sempre com Lourenço e Caba na roda da sua Minarelli GP 85. De tal forma que ao cabo de quatro voltas viu Lourenço impor-se. Diaz regressou pouco depois à liderança, em que rodou por mais duas voltas, vendo-se depois batido novamente por Lourenço. Contudo, o líder da classificação das MIR Moto5 voltou a não conseguir manter a posição por mais que uma volta.

Na passagem seguinte pela meta, a oitava, era a vez de Caba saltar de quarto para segundo no que foi uma troca directa com Lourenço. Nova volta, nova troca, agora com Diaz a descer a quarto. Mas a margem entre os três era muito curta e, mesmo na última volta, Diaz deu tudo e assegurou, tal como sábado, a segunda posição.

Já o mais baixo do pódio deste domingo acabou por ficar nas mãos de Lourenço, com Caba em quarto no que voltou a ser uma divisão de vitórias e segundos lugares da MIR Moto5 entre os dois pilotos que assim deixam o Circuito Estoril com os 20 pontos de diferença entre si no Campeonato.

Por classes Pedro Matos venceu em ambos os dias nas Moto 4 e sempre com autoridade e nas Moto 5 Lourenço Vicente lutou sempre para subir ao degrau mais alto do pódio, terminando no primeiro dia com menos de meio segundo de vantagem sobre Alexandre Cabá e no segundo com pouco mais de 1 segundo novamente face a Cabá. Martim Garcia foi o terceiro em ambos os dias.

Artigo anteriorDivisões na Copa Dunlop Motoval
Próximo artigoCNES Motoni: Diogo Ventura venceu em Cantanhede