Rally Raid 2018 – ITCenter: Buhler venceu Bruno Santos é campeão

140

No fecho da primeira edição do campeonato nacional Rally-Raid, especialidade onde a velocidade ‘off-road’ se junta à navegação, a cidade alentejana de Reguengos de Monsaraz foi decisiva na luta pelo título nacional. Antes dos derradeiros dois dias de competição Paulo Gonçalves e Bruno Santos estava na frente do campeonato, mas no final foi o piloto de Torres Vedras a fazer história tornando-se no primeiro campeão nacional de Rally-Raid.

Com dois dias de competição em agenda, o primeiro (Sábado) foi o mais longo com 220 quilómetros, para no dia de ontem se realizar o dia de encerramento, mais curto, com 140 quilómetros e onde se decidiram os títulos nacionais em discussão. Globalmente o pódio foi ocupado por Sebastian Buhler que fechou os dois dias de competição na frente de António Maio e com pouco mais de três minutos a separar os dois pilotos que no início de 2019 se vão estrear no Dakar.

O pódio foi encerrado por Bruno Santos que com a terceira posição a mais de seis minutos e meio somou os pontos necessários para se sagrar campeão nacional depois e Paulo Gonçalves ter abandonado no dia anterior devido a uma queda. Bruno Santos fechou a época com seis pontos de vantagem sobre Gonçalves, que venceu em três das cinco ocasiões do calendário, mas ao ficar em ‘branco’ por duas vezes foi o regular piloto torrejano quem fez história ao ser o primeiro campeão nacional de uma disciplina onde pontuaram 29 pilotos oriundos de quase uma dezena de países distintos.