Queda estragou recuperação de Miguel Oliveira

Miguel Oliveira sofreu uma queda quando estavam decorridas metade das voltas do 5º GP do ano.

242

Com condições climatéricas bastante instáveis o GP de França este Domingo realizado no circuito francês de Le Mans saldou-se por um inesperado abandono devido a uma queda a 15 voltas do final das 27 realizadas.

Dado arranque para a corrida estavam decorridas apenas quatro voltas quando todo o pelotão entrou quase em sintonia no ‘pit-lane’ para a habitual troca de moto quando começa a chover. No regresso ao asfalto do circuito de Le Mans Miguel Oliveira rapidamente mostrou a sua rapidez quase ao mesmo ritmo que o asfalto secava depois de um curto aguaceiro e era mesmo o mais rápido em pista quando a Curva 3 surpreendeu o piloto da Cofidis e apesar de todo os esforços de Miguel Oliveira, a RC16 já não regressou á pista.

‘Foi uma corrida com um desfecho infeliz, mas sem dúvida alguma que o que fica deste fim‑de‑semana é a minha rapidez e a minha competitividade em qualquer condição e também o nosso enorme potencial para fazer um resultado. Neste momento o potencial não nos enche muito as nossas esperanças mas sem dúvida que o nosso foco já está posto em Mugello para conseguirmos um bom resultado.’

A próxima corrida, sexta do calendário 2021, será realizada no final deste mesmo mês de Maio no circuito italiano de Mugello, prova que será realizada sem público nas bancadas e onde em 2015 o piloto da Salsa venceu a sua primeira corrida mundialista.