CNMX Jogos Santa Casa: Luis Outeiro volta a quebrar recordes

Luis Outeiro tornou-se no piloto mais jovem de sempre a vencer na Elite em Portugal.

737

Depois do arranque na pista da Moçarria e pela quarta vez o traçado ribatejano do Granho acolheu uma ronda elegível para o campeonato nacional de motocross – Jogos Santa Casa. Com um total de 65 pilotos em pista, divididos pelas três classes (Iniciados, MX1 e MX2) a jornada revelou-se bem animada e recheada de excelentes momentos que culminaram com a vitória de Luis Outeiro na derradeira corrida, reservada á Elite, onde o jovem piloto de Torres Novas se tornou no mais jovem de sempre a vencer uma corrida Elite em Portugal.

Com 1450 metros de extensão o crossódromo ribatejano acolheu da melhor forma todos os atletas e equipas que integram a caravana na temporada 2019. Notadas foram as ausências de Rui Gonçalves e Luis Oliveira, que animaram a ronda de abertura na Moçarria, mas nem por isso as corridas foram menos animadas, com destaque para a Elite.

Reservada aos melhores MX1 e MX2, quem assumiu a liderança na fase incial foi Daniel Pinto, este ano de volta ao campeonato a a mostrar rapidez neste segundo duelo da época. Pinto foi o comandante do pelotão nas primeiras três voltas, mas na quarta passagem era já Diogo Graça quem liderava, ele que tinha pressionado Pinto nas voltas anteriores.

Luis Outeiro passava igualmente para a frente de Pinto e lado a lado com Diogo Graça assinaram um duelo pleno de intensidade e que se revelou impróprio para cardíacos ao longo de toda a corrida, com várias trocas de posições entre ambos e deixando no ar a incerteza quanto ao nome do vencedor, decisão que chegou apenas a três voltas do final da prova quando sem embraiagem na sua moto Diogo Graça falhou uma travagem e teve mesmo que deixar Outeiro a solo no comando e a caminho da histórica primeira vitória na Elite.

No segundo posto terminou Ricardo Freire, sempre no terceiro posto até aos problemas de Diogo Graça, cabendo o degrau mais baixo do pódio a Sandro Peixe, que depois de ser último no final da primeira volta (30º) encetou uma recuperação avassaladora que o levou até ao degrau mais baixo do pódio na bandeira de xadrêz. Sandro Peixe mantém a liderança global na categoria, agora com quatro pontos de vantagem sobre Outeiro e 12 face a Renato Silva.

Sandro Peixe foi o vencedor em ambas as mangas MX1, reforçando a liderança do campeonato na classe, batendo no Granho João Vivas e Daniel Pinto, com Vivas a ser segundo em ambas as corridas e Pinto a trocar de posição com Hugo Santos da primeira para a segunda manga, subindo por isso ao degrau mais alto do pódio no final por ter sido terceiro na derradeira corrida e Santos o quarto.

Entre as MX2, mais uma vez a classe mais representada, Luis Outeiro e Diogo Graça dividiram as vitórias nas mangas. Graça venceu a segunda corrida e conquistou por isso a primeira posição na classe face ao rival de Torres Novas. Renato Silva foi o terceiro classificado. Rúben Ferreira foi o melhor nas dois-tempos, vencendo a classe em ambas as corridas, feito igualmente conseguido por Luis Outeiro a caminho da vitória nos Júniores.

Entre os Iniciados, com 18 pilotos presentes, a vitória final ficou nas mãos de Fábio Costa. Na primeira corrida quem venceu foi Martim Espinho depois de uma liderança inicial por parte de Daniel Garcia. Este acabou no entanto por deixar o comando nas mãos de Espinho desde a sexta volta, perdendo mais tarde – na 10ª passagem – o segundo posto para Fábio Costa. Na segunda corrids Costa esteve sempre na frente do pelotão na frente de Sandro Lobo. Foi por esta ordem que ambos cruzaram a linha de meta, na frente de Daniel Garcia que ocupou a posição desde a quinta volta até ao final.
Em termos de campeonato Fábio Costa está na frente com 17 pontos de vantagem face a Daniel Garcia e 21 para Martim Espinho.

A próxima prova do campeonato leva pilotos e equipas até á Marinha das Ondas no dia 7 de Abril. A ‘catedral’ do piso de areia acolherá assim uma ronda que se prevê bastante discutida e onde Hugo Basaula venceu em 2018, ele que deverá marcar presença na prova junto ao Mondego.