CNMX Jogos Santa Casa: Regresso na Catedral

O Nacional MX regressou ás pistas no palco maior da modalidade em Portugal, o Crossódromo Internacional de Águeda.

144

No regresso ás pistas para realizar as suas últimas três rondas do ano o campeonato nacional de motocross coube ao Crossódromo Internacional de Águeda ser o cenário daquela que foi a quinta etapa da temporada e na qual alinharam 66 pilotos divididos pelas três classes em pista.

Ainda sem público por força de restrições impostas pelas autoridades de saúde locais a pista da Bairrada animou-se não apenas com os pilotos das diversas categorias do campeonato nacional mas igualmente com a presença dos pilotos dos regionais que se deslocaram até Águeda para também eles lutarem pelas melhores posições nos 1700 metros da pista que habitualmente acolhe também o campeonato do mundo MXGP.

Com programa dividido pelos dias de Sábado e Domingo e com um excelente trabalho organizativo a cargo do ACTIB as boas temperaturas ajudaram a que a prova se desenrolasse com muita animação e houvesse mesmo alguns momentos de corrida intensa.

Com 38 pilotos em pista a manga Elite foi bastante animada e logo após a queda da grelha metálica foi Saad Soulimani quem assumiu a liderança. O vencedor das duas primeiras corridas do ano assinou a liderança em todas as 18 voltas realizadas e recebeu a bandeira de xadrêz com mais de meio minuto de vantagem face a Hugo Basaúla, ele que era sétimo no final da primeira volta, recuperando de forma rápida para ser segundo desde a terceira volta.

Abdelhalim Soulimani foi segundo na primeira volta atrás de seu irmão Saad para perder posições nas voltas seguintes e não terminando mesmo a corrida. David Beltran e Elias Gil lutaram pelo degrau mais baixo do pódio mas acabou mesmo or ser o Beltran a fechar os primeiros três depois de Elias ter sido terceiro apenas na volta inaugural, acabando por se instalar na quarta posição na segunda volta e não mais largando os pontos que a prestação entrega para o campeonato. Luis Outeiro foi o quinto no final de uma corrida onde chegou a ser sexto.

Com duas provas ainda por realizar Luis Outeiro está na frente do campeonato Elite com a sua MX2, detendo três pontos de vantagem sobre Rúben Ferreira e oito para Soulimani numa classificação que está longe de ter decisões em perspectiva.

Entre os pilotos de MX1 foi o regressado Saad Soulimani o vencedor, cruzando a linha de meta na frente de Hugo Basaúla e André Sérgio. Nas contas do campeonato o marroquino está fora dos três primeiros numa tabela liderada pelo regular Marco Silva que ainda não venceu este ano mas também está quase sempre no pódio. Tem agora 12 pontos de vantagem perante Pedro Costa e André Sérgio.

Nas MX2 quem venceu foi o estreante David Beltran. O piloto da Husqvarna fechou as 18 voltas da corridasna frente de Luis Outeiro e Daniel Pinto. De destacar o quarto posto de Luis Oliveira frente a Joseph Dark num pelotão com 14 atletas. No campeonato Outeiro segue na frente com 12 pontos de vantagem face a Rube Ferreira e 18 para Joseph Dark.

Elias Gil foi o vencedor nos Junior com 16 segundos de vantagem sobre Afonso Gomes, mas primeiras três voltas foi mesmo o piloto de Coimbra a comandar, perdendo na quarta passagem para o rival, posição essa que nunca mais largou. O mesmo se passou com o terceiro posto que desde o arranque da corrida esteve sempre nas mãos de Manuel Carreras. No campeonato o primeiro é Afonso Gomes que está agora com uma vantagem de 26 pontos face a Martim Espinho e sólidos 45 pontos em relação a Francisco Salgueiro.

Nas 65cc o resultado foi semelhante em ambas as mangas. Bernardo Pinto foi sempre o vencedor e levou sempre atrás de si Guilherme Gomes e Miguel Caridade, pilotos que acabaram por subir ao pódio por força da regularidade evidenciada. Bernardo Pinto destacou-se assim um pouco mais na liderança do campeonato, levando agora 24 ontos de vantagem face a Duarte Pinto, com Guilherme Gomes a ser o terceiro a 33 pontos do comandante depois de três provas já realizadas pela classe.

A próxima prova do campeonato será realizada no primeiro fim‑de‑semana de Outubro no traçado do Alqueidão.