A estreia de Luis Cidade

Luis Cidade subiu ao degrau mais alto do pódio pela primeira vez em 2020.

155

O jovem campeão nacional Júnior Luís Cidade, navegado por Pedro Mendonça, foi o grande vencedor da 32ª Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, que se disputou em Reguengos de Monsaraz, na competição SSV. O pódio desta competição foi integralmente preenchido por pilotos juniores com Gonçalo Guerreiro e Alexandre Pinto a ocuparam respectivamente a segunda e a terceira posições.

Disputados que foram, neste segundo dia de prova, dois sectores selectivos, uma dupla passagem por um troço com 63 quilómetros, o piloto da equipa oficial da Can-Am terminou a corrida com uma vantagem de 44 segundos para o piloto da JB Racing, o mais rápido em SS3 e 1m06 segundos para o da Benimoto que venceu ainda a Classe Promoção. Com o mesmo tempo terminaram João Dias e Rui Carneiro com o desempate a favorecer o líder do campeonato que venceu o derradeiro sector seletivo. Um Top 5 totalmente preenchido por Can-Am Maverick X3.

Para Luis Cidade “À terceira foi de vez este ano. Só tenho de agradecer à minha equipa, à Can-Am Off Road Portugal, aos meus pais, a todos os mecânicos pelo trabalho feito, à MaxiShocks, ao meu navegador que me acompanha sempre, correu tudo muito bem. Finalmente conseguimos uma vitória este ano. Não ataquei demais os últimos troços, tentei apenas gerir a vantagem que tínhamos para o piloto de trás, o Gonçalo que também está de parabéns. Conseguimos chegar ao final com 44s de avanço e ganhámos a prova.”

À chegada Gonçalo Guerreiro revela: “Este é o meu primeiro pódio. Finalmente, passado dois anos conseguimos, acompanhado pelo João que fez um excelente trabalho. Estou muito feliz. A corrida foi dura, bastante difícil por causa da passagem dos autos. O terreno estava degradado e foi difícil conseguir andar mais. De qualquer forma, alcançámos a segunda posição e era essa a nossa intenção.”

Já o terceiro classificado na prova entre os SSV adianta que: “Foi uma boa prova. Esta era uma pista totalmente diferente da pista da Baja do Pinhal que se disputou a semana passada. Habituei-me muito bem a esta que foi a primeira vez na pista de Reguengos. Gostei do percurso, gosto de velocidade e velocidade é o que há aqui. Conseguimos fazer terceiro à geral, o que foi ótimo para mim.” revela Alexandre Pinto.

Sexta posição para a dupla Mário Franco/Nuno Matias em Yamaha que venceu a Taça Yamaha. Arnaldo Monteiro (Can-Am), 11º da geral venceu entre os Veteranos enquanto que Rui Serpa em Polaris venceu a Classe Stock. A dupla formada por André Rodrigues e Ricardo Porto Nunes triunfou na Classe TT2 enquanto Dorothée Ferreira ganhou as Senhoras.