CNE CFL – Maxxis: Diogo Ventura repete vitória

Águeda recebeu a penúltima paragem do campeonato e consagrou o primeiro campeão do ano.

341

Vencedor na Lousã aquando da quarta paragem do campeonato nacional de enduro Diogo Ventura voltou a conseguir no passado Domingo a vitória no campeonato, desta feita em Águeda, onde se realizou a quinta prova do ano, a penúltima do calendário antes da decisão em Marco de Canavezes.

Com o líder do campeonato – Luis Oliveira – ausente devido a lesão, a luta pela vitória era também importante no que ás contas do campeonato diz respeito, pois iria proporcionar uma sólida recuperação pontual face ao ausente campeão nacional e relançar a luta pelo ceptro para os dois dias a realizar em Marco de Canavezes nos dias 12 e 13 de Outubro.

Mais rápido em dez das 12 especiais realizadas Diogo Ventura foi que mais recuperou face a Luis Oliveira e depois de fechar o dia com mais de 50 segundos face a João Vivas, o único capaz de bater Ventura nas especiais de Águeda, reduziu a diferença para o topo da tabela do campeonato para apenas 12 pontos, ficando a 1 ponto do segundo posto da geral, ainda nas mãos de Gonçalo Reis. João Vivas voltou a ser segundo – já o tinha sido no segundo dia realizado na Régua – e também ele recuperou para os primeiros, fechando o dia na frente de Tomás Clemente que assinou o seu primeiro pódio na Elite e o seu melhor resultado no campeonato nacional ao ficar a mais de dois minutos de Ventura e na frente de João Lourenço que depois de ser segundo no fecho da primeira volta perdeu a posição para João Vivas e já na fase final desceu para fora do pódio ‘empurrado’ por Clemente. A fechar o lote dos cinco primeiros Gonçalo Reis acabou por ser o que mais pontos perdeu em termos de campeonato, ele que se sagrou vencedor da Taça do Mundo Enduro 2T poucos dias antes em Itália.

Decisões chegaram no que ás contas da classe Open diz respeito. A jogar em casa André Martins manteve a sua invencibilidade no campeonato e assegurou já o título neste ano de 2019, sendo o primeiro campeão da temporada. Rodrigo Belchior e GOnçaoo Hortega estiveram com ele no pódio, respectivamentena segunda e terceira posições.

Na prova do ACTIB venceram igualmente Rodrigo Luz, na Youth Cup, nos Verdes 1 e na geral dos Verdes, Diogo Valença nos Verdes 2 e Nuno Gonçalves nos Verdes 3. Manuel Moura subiu ao degrau mais alto do pódio entre os Veteranos e Joana Gonçalves nas Senhoras. Nuno Gonçalves assegurou já a vitória no Troféu Verdes 3 antes dos derradeiros dois dias da temporada. Alcides Calçada venceu pela terceira vez consecutiva nos Super-Veteranos, cabendo a Diogo Moura a primeira posição na Vintage.

O campeonato sofre agora uma longa paragem até ao mês de Outubro quando em Marco de Canavezes se realizar o derradeiro confronto do ano, com dois dias de duração e a anteceder os ISDE no Algarve, naquele que será o grande evento TT do ano em Portugal, com mais de 600 pilotos em competição.