Dakar 2017: Lusos em destaque após dois dias

85

Paulo Goncalves_Dakar 2017 01STG02
Com 11 pilotos portugueses em prova o Dakar 2017 é a mais participada pelos portugueses em toda a história da prova. Em conjunto com os pilotos oficiais e mais experientes, a 38ª edição da prova conta também com uma nova geração de pilotos com grande capacidade e que descobre neste início de Janeiro a prova sul-americana.
Depois da partida e da curta especial no Paraguai realizada no dia de ontem todos os pilotos cumpriram hoje a segunda etapa, que marcou a entrada em solo argentino, com uma especial mais longa – 275 quilómetros – bastante rápida e onde as motos mais velozes atingiram velocidades a rondar os 180km/h.

Um dia para corajosos e destemidos, ganho por Toby Price mas onde Paulo Gonçalves foi o melhor luso ao terminar na terceira posição, segurando o lugar de pódio na classificação geral ao ocupar agora o segundo posto da geral. O estreante Joaquim Rodrigues foi hoje 22º com a sua Hero oficial, Mário Patrão o 29º, Hélder Rodrigues 31º, Gonçalo Reis 36º, Luis Portela de Morais o 49º, Rui Oliveira 54º, Bianchi Prata 56º, Fausto Mota 59º, Fernando Sousa Jr. 83º e David Megre o 130º depois de um dia com alguns problemas que o fizeram perder bastante terreno.
Em termos de classificação geral, e com dois dias já contabilizados, são estas as posições dos pilotos lusos:
3º Paulo Gonçalves a 2m54s
22º Joaquim Rodrigues a 14m21s
29º Mário Patrão a 18m18s
31º Hélder Rodrigues – Yamaha a 9m47s
35º Gonçalo Reis a 30m25s
44º Luis Portela de Morais a 34m22s
53º Rui Oliveira a 40m36s
55º Bianchi Prata a 43m19s
57º Fausto Mota a 45m01s
84º Fernando Sousa Jr. a 1h10m13s
130º David Megre a 2h39m33s