Etapa Maratona superada pelos lusos

A armada portuguesa ultrapassou a exigente etapa maratona no Dakar 2021.

40

Realizada ontem a oitava do Dakar 2021 foi a segunda parte de uma etapa maratona, a primeira neste formato na edição 43 da prova agora desenhada em território saudita.

Com a gestão de esforço e mecânica a ser essencial, na cabeça do pelotão a vitória de Ignácio Cornejo permitiu ao sul-americano manter a liderança da corrida numa jornada onde o melhor da ‘esquadra’ lusa foi Sebastian Buhler, ele que foi igualmente o único que dos três portugueses que não sofreu quedas.

Joaquim Rodrigues e Rui Gonçalves foram vitimas de quedas, com algumas mazelas ao nível do corpo, mas ambos conseguiram concluir um dia com mais de 700 quilómetros e que os levou até Neom uma região de rara beleza natural que já em 2020 apaixonou toda a caravana do Dakar.

Na classificação geral Joaquim Rodrigues fechou o dia na 16ª posição, Sebastian Buhler ganhou dois lugares para entrar no lote dos 20 primeiros e ser agora 19º. Rui Gonçalves fechou a maratona com o 25º posto na geral.

 

Classificação etapa

Motos

1º Ignácio Cornejo – Honda a 3h08m40s

2º Toby Price – KTM a 1m05s

3º Ricky Brabec – Honda a 2m50s

4º Sam Sunderland – KTM a 3m46s

5º Kevin Benavides – Honda a 5m29s

10º Sebastian Buhler – Hero a 7m58s

26º Joaquim Rodrigues – Hero a 31m57s

40º Rui Gonçalves – Sherco a 51m19s

 

Classificação Geral

1º Ignácio Cornejo – Honda com 32h00m11s

2º Toby Price – KTM a 1m06s

3º Sam Sunderland – KTM a 5m57s

4º Kevin Benavides – Honda a 12m58s

5º Joan Barreda – Honda a 16m05s

16º Joaquim Rodrigues – Hero a 1h17m49s

19º Sebastian Buhler – Hero a 2h06m18s

25º Rui Gonçalves – Sherco a 4h00m50s