Paulo Gonçalves ao ataque no Dakar

110

PGDAKAR1

Ligando Termas de Rio Hondo a Jujuy na Argentina, o Dakar 2016 cumpriu hoje a sua terceira etapa. Mais uma vez devido ás chuvas o percurso foi encurtado, com a caravana das motos a cumprir apenas duas centenas de quilómetros face aos mais de 300 inicialmente previstos.

Depois do brilhante segundo lugar do dia de ontem assinado por Ruben Faria, hoje foi Paulo Gonçalves quem brilhou ao concluir o dia no segundo posto a apenas 26 segundos do herói local Kevin Benavides. Joan Barreda esteve igualmente em destaque e foi mesmo o mais rápido do dia, mas um minuto de penalização retirou ao espanhol da primeira vitória numa etapa neste Dakar.

Hélder Rodrigues foi o 15º neste terceiro dia de competição, com Ruben Faria a ser hoje o 25º depois de ter iniciado o dia na segunda posição atrás do australiano Toby Price. Mário Patrão foi o 34º e Bianchi Prata chegou a Jujuy com a 55ª posição na especial.

Em termos de classificação geral Paulo Gonçalves é agora o melhor dos pilotos lusos ao ocupar a quarta posição, com Ruben Faria a descer à oitava posição. Hélder Rodrigues é o 14º, estando Mário Patrão na 33ª posição e Bianchi Prata em 64º fruto de uma penalização de 12 minutos que o piloto contestou por considerar que o seu GPS não estará a funcionar de forma correcta.

Amanhã os pilotos enfrentam uma longa especial com mais de 400 quilómetros, com partida e chegada em Jujuy, com o desafio a ser a elevada altitude – 3.500 metros – a que a mesma se desenrolará.