Reacção lusa no Dakar

Joaquim Rodrigues e Rui Gonçalves reagiram da melhor forma ao resultado do dia anterior.

56

Com um novo líder, e também um novo vencedor no terceiro dia de prova, a 44ª edição do Dakar voltou a mostrar todo o potencial dos pilotos portugueses em competição. Com 338 quilómetros de especial a caravana rumou a Al Qaisumah depois de fortes chuvadas terem alagado aquele que seria o acampamento em Al Artawiya e o final da primeira metade da etapa maratona que acabou por ser cancelada.

Mais uma vez a navegação foi preponderante, em especial depois do reabastecimento e mais uma vez os portugueses estiveram em destaque. Rui Gonçalves chegou mesmo a liderar o pelotão e reagiu da melhor forma aos problemas do dia anterior, no entanto na parte final acabou por perder tempo para fechar o dia numa fabulosa 12ª posição que lhe valeu mesmo uma escalada meteórica na classificação geral passando de 70º para 48º. Melhor esteve Joaquim Rodrigues que fechou o dia em sexto para ser agora o melhor dos portugueses na 18ª posição subindo 12 posições na hierarquia e reduzindo mesmo a diferença que o separa do primeiro.

António Maio desceu na classificação depois de uma jornada com alguns problemas na sua moto e é agora o 29º. Alexandre Azinhais ocupa a 71ª posição, Arcélio Couto é o 85º imediatamente na frente de Mário Patrão e Bianchi Prata é o 88º na chegada a Al Qaisumah. Paulo Oliveira fechou o dia na 95ª posição da geral.

O dia de amanhã irá ter partida e chegada na localidade de Al Qaisumah num total de 635 quilómetros (255 km cronometrados).

Rui Gonçalves

‘Foi um dia bastante positivo, consegui imprimir um bom andamento logo desde o início da etapa e sentir-me bem com a minha Sherco.
Depois do dia difícil de ontem foi muito bom poder rodar ao meu ritmo, fui apanhando alguns pilotos e percebi que as coisas estavam a correr bem. Ainda assim optei por uma condução mais cautelosa, sem cometer erros nem correr riscos. Consegui manter sempre a concentração e tudo isto levou-me ao positivo 12º lugar no dia de hoje. Ainda estamos no início deste grande Rally por isso é muito importante estar sempre focado e concentrado pois amanhã é um novo dia e tudo vou fazer para que corra pelo melhor.’

Classificação após Etapa 2

18º Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) a  – 45m13s

29º António Maio (Yamaha) a 1h04m45s

48º Rui Gonçalves (Sherco) a 2h07m44s

71º Alexandre Azinhais (KTM) a 3h13m24s

85º Arcélio Couto (Honda) a 4h06m36s

86º Mário Patrão (KTM) a 4h09m43s

88º Bianchi Prata (Honda) a 4h19m00s

95º Paulo Oliveira (Honda) a 4h46m14s